A Striper

by - segunda-feira, junho 03, 2013


A Striper


Meus olhos sequiosos a procuram

palco de cabaré,

o calor do ambiente contrasta com o frio da rua,

a música e a sua beleza hipnotizam meu ser,

seus olhos quentes já são para mim labaredas,

sensualidade no corpo,

mãos e pernas agarram e envolvem a pole

com a maestria de uma serpente em sua presa,

teu calor aquece a fria barra,

suspiros e palavras libidinosas consigo ler em seus lábios,

pele a carne se integram ao mastro de dança

transformam-se em apenas um ser,

malícia de mulher, suor e perfume,

calor e excitação estimula minha libido

mulher serpente, teu veneno eu desejo.

Seu olhar com volúpia me envolve e enlouquece,

seus braços são tentáculos de um polvo sereno,

de forma cúmplice sua piscadela marota

atiça meu desejo mais profundo,

e lá se vai mais uma roupa jogada ao chão

desnuda-se para meus olhos famintos,

e suas vestes ao meu colo são jogadas

um vulto esguio mostra-se ali,

aos meus olhos nudez total, beleza no palco

contemplo o esbelto frágil corpo de mulher,

 quero-te mulher serpente.
By Cerberus

You May Also Like

6 comentários