Coração Bandido

by - segunda-feira, maio 20, 2013


 Coração Bandido

Coração agoniza em silêncio, amor ceifado,

forma cruel de padecer no inferno,

as mãos que acarinhavam

são as mesmas que comprimem

sem dó esse coração ingênuo,

o seguram firme,

até que o pulsar se aquieta,

só silêncio e vazio,

batidas findam e ao último suspiro,

a mão o arranca daquele peito,

destruindo o músculo sanguíneo

lançando-o ao cão faminto.


By Cerberus Messing

You May Also Like

13 comentários